Pular para o conteúdo principal

Sydney WorldPride 2023: o guia

Destinos

Em 2023, o primeiro WorldPride do Hemisfério Sul será celebrado na deslumbrante cidade de Sydney.

Trata-se de um festival sem fins lucrativos, que passará a acontecer anualmente. A grande celebração deste ano vai incorporar o Sydney Gay and Lesbian Mardi Gras, comemorado em Sydney desde 1978.

O Sydney WorldPride 2023 também coincide com o 50º aniversário da primeira Semana do Orgulho Gay australiana e contará com exposições, shows, apresentações de teatro e festas incríveis. A programação estará repleta de eventos que vão ocorrer ao longo de duas semanas, em fevereiro e março, em uma das cidades mais acolhedoras para viajantes LGBTQIA+ não apenas na Austrália, mas no mundo.

Embora dê destaque ao trabalho de artistas queer indígenas, o Sydney Gay and Lesbian Mardi Gras também reconhece que o evento vai ser realizado em território aborígine: “reconhecemos os povos Gadigal, Cammeraygal, Bidigal, Darug e Dharawal, que são os guardiões tradicionais da Baía de Sydney.”

Saiba mais sobre a história LGBTQIA+ de Sydney

Na noite de sábado, 24 de junho de 1978, os participantes do primeiro Mardi Gras começaram a se reunir na Taylor Square, em Sydney. Esse pequeno grupo queria participar das celebrações globais e prestar solidariedade aos ativistas internacionais no aniversário das manifestações ocorridas em Stonewall, nos EUA. Enquanto dançavam e marchavam em direção ao Hyde Park, carregando faixas inspiradoras e tocando hinos pela libertação gay, foram recebidos pela Polícia de New South Wales.

Apesar de a marcha ter sido autorizada, a polícia apressou a passagem da multidão pela rua e, quando os manifestantes chegaram ao parque, confiscou seu equipamento de som. O grupo seguiu até Kings Cross, onde a polícia interveio e passou a prender as pessoas. A violência policial que se seguiu fez desta uma noite decisiva não só para a comunidade LGBTQI de Sydney, mas também para o patrimônio cultural da Austrália, dando origem ao primeiro Mardi Gras.

O jornal Sydney Morning Herald logo depois publicou os nomes, cargos e endereços de todas as pessoas que tinham sido presas, fazendo com que muitas perdessem seus empregos, suas casas e famílias. Outros protestos e prisões ocorreram nos meses seguintes, enquanto as autoridades tentavam reprimir a comunidade.

Em 1979, entretanto, o Parlamento de New South Wales revogou a legislação que permitia a realização dessas prisões. Milhares de pessoas marcharam pelas ruas, repetindo o desfile do ano anterior, dessa vez sem incidentes. A partir de meados dos anos 1980, com a realização da festa após o desfile e a crescente cobertura e o apoio da mídia, o evento começou a atrair um grande número de turistas internacionais e milhões em receita para a economia de New South Wales.

Hoje, o Sydney Gay and Lesbian Mardi Gras é um dos eventos anuais mais famosos da Austrália. E, em 2023, ele se vai se transformar no primeiro WorldPride a ser realizado no Hemisfério Sul.

Eventos com representatividade

O Sydney WorldPride 2023 será uma celebração da rica história de ativismo e protestos da cidade e da comunidade queer australiana. O tema do evento vai ser 'Reúna. Sonhe. Amplifique'.

O festival “reconhece os guardiões tradicionais da Austrália, a mais antiga cultura sobrevivente do planeta, e nos convida a trabalhar juntos para criar mudanças e oferecer um legado duradouro para todas as nossas comunidades. Damos as boas-vindas às pessoas LGBTQIA+ de todo o mundo: para honrar nossos anciãos e comunidades, reconhecer nossas conexões, empoderarmos uns aos outros e celebrarmos juntos de novas maneiras.”

A edição deste ano será uma celebração espetacular e alegre da diversidade, e vai manter o mesmo espírito colorido e livre de preconceitos dos eventos anteriores. Prepare-se para um desfile que vai tomar conta das ruas da cidade e atrair centenas de milhares de participantes animados. E deixe-se levar pela emoção enquanto os carros alegóricos desfilam pela cidade.

Em 2023, em comemoração ao 45º aniversário do evento, Kylie Minogue será a atração principal. Também serão realizadas peças de teatro, apresentações e festas (um destaque imperdível é a Bondi Beach Party no sábado, 4 de março) para você aproveitar enquanto passeia pelas ruas festivas nas noites gostosas do verão de Sydney.

Conheça a cultura queer da cidade

Na região de Darlinghurst, a Oxford Street começou a se estabelecer como o centro da cena LGBTQIA+ de Sydney já em meados do século XX. Hoje, ela está repleta de cafés, restaurantes, bares e clubes noturnos.

Para o Sydney WorldPride de 2023, partes do bairro onde se encontra a Oxford Street vão se tornar 'Vilas do Orgulho'. Durante 10 dias a partir de 24 de fevereiro, partes da Crown Street e da Riley Street serão ocupadas pelos pedestres e vão abrigar várias dessas 'vilas', incluindo barracas, apresentações, restaurantes e o palco Travel Proud, da Booking.com.

Acomodação Travel Proud

Para quem vai participar da Conferência de Direitos Humanos sobre questões LGBTQIA+ do WorldPride, que tem duração de 3 dias e será realizada no ICC Sydney (de 1 a 3 de março), o Little National Hotel Sydney é uma acomodação impecável a uma curta distância a pé do evento.

Aproveite a vista deslumbrante do porto de Sydney no Sydney Harbour Marriott Hotel Circular Quay ou relaxe na piscina.

Hospede-se ao lado do Hyde Park, no luxuoso Sheraton Grand Sydney Hyde Park.

Empresas LGBTQIA+ em Sydney

Para aqueles que querem apoiar empresas locais administradas por pessoas LGBTQIA+ enquanto estiverem na cidade, há ótimas opções em Sydney. Comece sua visita com um passeio com a Planetdwellers, a inigualável agência de viagens e operadora de turismo LGBTQIA+ da Austrália, que oferece passeios a pé ou de ônibus, cruzeiros e viagens personalizadas.

Se estiver buscando um café em Darlinghurst, bairro bastante frequentado pela comunidade LGBTQIA+, o agradável Sandoitchi não vai decepcionar (não perca a deliciosa salada Chicken Katsu Salad Sando e o matcha gelado). Se estiver em busca de lembrancinhas, a Provocator é o lugar certo, uma boutique de moda futurista com todas as peças feitas à mão na Austrália. Ou para algo ainda mais permanente, vá até a Thanks Tattoo, onde você encontrará tatuadores locais criativos e extremamente talentosos.

Caia na gandaia

Nos fins de semana, a Crown Street (na região de Surry Hills/Oxford Street) abrigará um palco com shows noturnos e entretenimento prolongado. E no último fim de semana do Sydney WorldPride, a Oxford Street ficará fechada desde a Liverpool Street até a Flinders Street para uma festa de rua inesquecível.

Para sair à noite em alguns dos estabelecimentos LGBTQIA+ mais conhecidos de Sydney, experimente o Imperial Hotel. Esse é um pub popular entre as comunidades queer desde os anos 1980 e também foi o ponto de partida do ônibus em Priscilla, a Rainha do Deserto.

Ou vá até o Universal, uma mistura de bar e boate onde você pode assistir a shows de drag queens todas as noites e aproveitar os coquetéis, a música e dançar. O Stonewall Hotel em Darlinghurst (cujo nome é uma homenagem ao histórico Stonewall Inn em Nova York) é outro ponto turístico LGBTQIA+ de Sydney. Com vários andares, ele oferece shows de drag queens, pistas de dança e diversos bares.

Ouça

Entre no clima com nossa playlist Ultimate Pride.

Escolhemos estes artigos para você

Os onsen mais espetaculares do Japão

Com vistas surreais das montanhas e do nascer do sol entre o Pacífico e o Monte Fuji.

Os 6 parques nacionais mais fantásticos do Japão

Cachoeiras congeladas, florestas douradas no outono e a chance de nadar com golfinhos.

As 9 cidades mais bonitas para viagens no outono

Curta fontes termais em Seul e coma rolinhos de canela em Montreal.

7 pontos turísticos europeus imperdíveis

Risque esses lugares incríveis da sua lista.

Destinos para se inspirar: Lake Louise, Canadá

Lake Louise atrai pela sua beleza, privacidade e desportos de aventura.

Ilhas paradisíacas para conhecer nos EUA

Longe de toda a agitação, mas ainda perto do continente norte-americano.

Há mais para descobrir