Pular para o conteúdo principal

7 incríveis Patrimônios da UNESCO na Índia

Destinos

É de se esperar que o 6º maior número de Patrimônios da UNESCO se encontre em um país tão culturalmente rico e geograficamente diversificado como a Índia.

Todo mundo conhece o Taj Mahal (uma das 7 maravilhas do mundo), mas a Índia tem muitos outros tesouros naturais e culturais. Eles vão de cavernas antigas esculpidas em desfiladeiros íngremes à paisagem surreal e as ruínas do reino Vijayanagara.

Confira 7 Patrimônios Mundiais da UNESCO localizados no país, que representam muitas das características mais fascinantes da Índia.

Hampi, Karnataka

Hampi, Karnataka

Hampi, Karnataka

A paisagem na região da antiga vila de Hampi é tão surreal que parece de outro planeta. A vila fica no coração do estado de Karnataka, no sul da Índia. Bananeiras e arrozais verde-limão contrastam com o tom ocre das rochas gigantes espalhadas pela paisagem.

Essas pedras naturalmente desgastadas ficam empoleiradas em aglomerados e montes, como se fossem esculturas em ruínas, empilhadas no topo de colinas que servem como mirantes para observar o belíssimo pôr do sol. Mas o mais importante é que Hampi abrigou o reino Vijayanagara, do século XIV, e conta com mais de 1.600 ruínas de templos, fortes e outros monumentos listados pela UNESCO.

Reserve um passeio guiado ou alugue uma bicicleta e passe os dias em aventuras solo. Vai ter muita coisa para você ver, mas os pontos turísticos mais famosos são o Templo Virupaksha, o Templo Vitthala e o Templo do Macaco. Visite Hampi em novembro, durante o Hampi Utsav (um enorme festival cultural), para se divertir ainda mais. Fique em uma hospedagem domiciliar charmosa em Hampi, a Banana Farm House.

Varanasi, Uttar Pradesh

Varanasi, Uttar Pradesh

Varanasi, Uttar Pradesh

Varanasi é uma das cidades continuamente habitadas mais antigas do mundo e um dos locais mais sagrados da Índia, situado às margens do rio Ganges, no norte do país. Essa importância histórica e espiritual confere a Varanasi um caráter poderoso, que pode ser apreciado melhor durante um passeio de barco ao nascer do sol.

Quando as cremações públicas começarem, você verá grinaldas de flores flutuando sobre a água e a fumaça subindo dos ghats (degraus à beira do rio). Varanasi é o lar espiritual dos sadhus da Índia (homens santos que renunciaram a todas as posses materiais). Por isso, os ghats ficam repletos de piras funerárias onde corpos são cremados no sagrado fogo eterno e hindus devotos que, em ritual, se banham na água santa.

Se quiser presenciar um espetáculo inesquecível, visite Varanasi durante o festival Dev Deepawali. O evento ocorre na noite de lua cheia 15 dias após Diwali (entre o final de outubro e novembro). Durante ele, mais de um milhão de lâmpadas de barro (diyas) são acesas nas escadas que levam à água. Fique no Brijrama Palace, um hotel boutique no Ganges.

Konark, Odisha

Konark, Odisha

Konark, Odisha

No estado de Odisha, na costa voltada para a Baía de Bengala, fica o etéreo Templo do Sol, do século XIII, em Konark.

Esse famoso Patrimônio da UNESCO é dedicado ao Deus do Sol Hindu, Surya, e foi construído na forma de sua grande carruagem. Admire os doze pares de rodas de pedra puxados por sete cavalos de pedra, representados em esculturas ornamentadas e indicando a hora do dia de acordo com os raios do sol.

Se tiver a sorte de viajar em dezembro, você vai assistir ao Festival de Dança de Konark, uma demonstração colorida da riqueza cultural da Índia. Fique no Mayfair Waves, a menos de uma hora de carro do templo.

Delhi, NCR

Delhi, NCR

Delhi, NCR

A capital da Índia conta com inúmeros locais históricos, mas seus 3 principais patrimônios são o Forte Vermelho, Túmulo de Humaium e Qutab Minar.

Passeie pelo Forte Vermelho (ou 'Lal Qila') para admirar suas grandes paredes de arenito vermelho, encomendado pelo imperador Mughal, Shah Jahan, em 1639. Depois, visite o magnífico Túmulo de Humaium (‘Maqbara e Humayun’). Sua cúpula dupla imensa é revestida em mármore e arenito vermelho. Ele fica majestosamente situado em meio a jardins simétricos.

Por fim, o belo Qutab Minar, que remonta ao século XIII, foi construído para os muezins (os arautos) chamarem os muçulmanos para orar, e é o minarete de tijolos mais alto do mundo. Fique perto do Forte Vermelho, no Haveli Dharampura, um hotel boutique premiado pela UNESCO.

Aurangabad, Maharashtra

Aurangabad, Maharashtra

Aurangabad, Maharashtra

A nordeste da cidade de Aurangabad, nas colinas de Maharashtra, as Grutas de Ajanta são uma série de templos budistas espetaculares esculpidos nas laterais de um íngreme desfiladeiro de granito. Muitas dessas grutas datam do século V d.C., e são valorizadas por suas esculturas, murais e afrescos que retratam ensinamentos budistas.

Essas histórias são ilustradas detalhadamente e são consideradas um dos melhores exemplos da antiga arte indiana sobreviventes. A apenas 2,5 horas de carro, você vai encontrar ainda mais exemplares belíssimos de arquitetura antiga nas Grutas de Ellora, um dos maiores complexos de templos hindus esculpidos em rocha do mundo.

Com obras de arte que remontam de 600 a 1000 d.C., as cavernas eram dedicadas ao budismo, hinduísmo e jainismo, demonstrando um espírito de tolerância característico da Índia antiga. Hospede-se no elegante Vivanta Aurangabad.

Jaipur, Rajastão

Jaipur, Rajastão

Jaipur, Rajastão

A cidade murada de Jaipur é a capital e porta de entrada do estado do Rajastão, além de ser uma maravilha por si só.

A cidade é um Patrimônio Mundial da UNESCO e é apelidada de Cidade Rosa por causa do mágico tom rosa antigo de seus edifícios de arenito. Antigamente, a cidade era um centro histórico do comércio indiano. Hoje em dia, ela é uma mistura exuberante de comida de rua aromática, mercados que vendem tecidos finos e artesanato, além de fortes e palácios em abundância.

Visite o famoso Palácio dos Ventos, construído em 1799, com uma fachada em tons rosados incrivelmente detalhada, semelhante a um favo de mel . Além disso, você pode escalar as colinas de Aravalli até o Forte Nahargarh, do século XVIII, para apreciar a vista deslumbrante da cidade. Hospede-se em um retiro urbano em Jaipur, o Magpie Villa.

Amritsar, Punjab

Amritsar, Punjab

Amritsar, Punjab

No norte do estado indiano de Punjab, a cidade de Amritsar abriga o Templo Dourado – o local mais sagrado do siquismo. Embora tecnicamente ainda esteja na lista de espera para o status de Patrimônio da UNESCO, o lugar exala uma beleza fascinante e poética.

Parecendo flutuar sobre um lago artificial, o edifício central do complexo é recoberto por 750 quilos de ouro, graças a um marajá extravagante no início do século XIX. Tire os sapatos na entrada e caminhe ao longo do calçadão de mármore enquanto as pessoas rezam à beira da água. Você também pode se juntar aos peregrinos no langar (a maior cozinha com comida gratuita do mundo). Projetada para defender o princípio da igualdade, alimentando todas as castas, religiões ou gêneros, ela pode servir comida grátis para até 300 mil pessoas por dia.

Durante o mês de novembro, você pode visitar o festival Sikh Gurpurab e ver o templo decorado com luzes. Devotos também acendem velas para celebrar este dia especial, o aniversário do Guru Nanak, fundador e primeiro guru do siquismo. Fique no Country Inn Hall of Heritage, Amritsar.

Independentemente de você estar conferindo esses locais inspiradores na internet ou ao vivo, sua experiência sensorial vai ficar mais completa com esta playlist incrível de músicas indianas.

Escolhemos estes artigos para você

Os lugares mais gostosos dos EUA para o fim de ano

Estadias de longa duração para o fim de ano, de casarões de época a predinhos típicos.

48 horas em Berlim, Alemanha

Roteiro de 2 dias para visitar a cosmopolita capital alemã.

6 destinos para um período sabático na Espanha

Aproveite o sol e esqueça a rotina do trabalho nestas longas estadias espanholas.

Os destinos mais bonitos para a primavera

Os melhores lugares para curtir a primavera ao redor do mundo.

5 mulheres contam suas histórias de viagem solo

5 mulheres compartilham as alegrias e aventuras de viajar por conta própria.

Destino Inspirador: San Juan, Porto Rico

Curta a energia eclética desta capital centenária do Caribe.

Há mais para descobrir